25.3.14

No Quarto de Brincar...

Em criança sempre adorei brincadeiras tipicamente de meninas. Adorava barbies, passava horas a pentear as bonecas, fazia vestidinhos...
Gostava também imenso de puzzles, jogos e livros. Sempre adorei livros! 
Brincávamos de tantas formas!
Dificilmente fazíamos uma só coisa num dia, havia tempo para saltar à corda, andar de bicicleta, desenhar o jogo da macaca no passeio da estrada...
Tínhamos muito menos do que as crianças têm agora, mas penso que éramos mais felizes. Éramos livres. Hoje é impensável para mim vir a deixar a minha filha brincar na rua...
Tento que a Bernarda tenha oportunidade de brincar com brinquedos reais, com que possa interagir para além de um ecrã. Mas, claro que se hoje podemos aliar alguma tecnologia aos brinquedos, como sons, música e diversas funcionalidades que replicam mais proximamente a realidade, é fabuloso. O equilíbrio é sempre a medida certa.
Como ainda nos é possível separar o quarto de dormir do quarto de brincar, neste último fica tudo à medida da B., prático e acessível para ela se sentir autónoma. Apliquei alguns princípios do quarto Montessoriano, no meu caso, no quarto de brincar, ou seja, tudo à altura do olhar das crianças, com a preocupação de que tenha opções evolutivas, para o passar dos anos.
Ficam alguns momentos desta manhã...
O mosquiteiro querido que trouxemos da loja KID na Noruega.
Adora amealhar moedas!
Quando tenho moedas de 1 ou 2€ deixo a B. guardar no mealheiro. Quase sem nos apercebermos, vamos ver quanto conseguimos juntar no final.
Conhecem o coelho Tambor da história Bambi da Disney? O lema dele é "se não tens nada agradável a dizer, não digas nada".
 Está na hora  do passeio das bonecas.
Era das minhas brincadeiras preferidas com a idade da B.

23.3.14

No "Melhor Destino Europeu 2014"

Quem acompanha o blogue há algum tempo já deve ter percebido que gosto de viajar e, seja em lazer ou por motivos profissionais, tem acontecido algumas vezes, mas ao fim de uns dias a vontade de voltar a Portugal aperta e só aqui consigo sentir-me em casa e em paz.
Adoro descobrir o nosso país, passear pelos mesmos lugares da minha infância e de sempre, com um novo olhar sobre cada recanto. Há tanto para usufruir ao nosso redor que seria uma perda não o fazer.
Desde que fui mãe o desafio é sempre conhecer o que temos de melhor para as crianças e que programas infantis de fim de semana vão surgindo. (Estou-me mesmo a imaginar daqui por um ano como uma daquelas pessoas que só vão ao cinema ver filmes infantis :) )
Este ano o Porto foi considerado o "Melhor Destino Europeu 2014". Não consigo ter uma opinião neutra, para mim esta cidade é especial, pelo que pontualmente vou mostrando alguns dos meus lugares preferidos, onde vamos passear, como tenho feito.
Estas fotos foram tiradas num jardim em que nunca tinha estado. Passei imensas vezes de metro por lá quando andava na faculdade, mas o Jardim do Morro que fica em frente à Serra do Pilar (eternizada pelo Rui Veloso) nunca me tinha suscitado grande curiosidade. A vista é maravilhosa, sobre uma das ruas mais emblemáticas da cidade, a zona da Ribeira do Porto.
Se tudo correr bem, este ano devemos visitar mais 2 países que ainda não conhecemos (um quero muito, o outro nem tanto - Lazer vs trabalho) e, em Portugal, nunca falha uma estadia em Lisboa (já temos uma check list do que queremos mesmo ver, ou rever mais exatamente).
É bom ter um ponto de partida e melhor ainda ter um lugar para voltar.

20.3.14

Azul-Celeste em Pendant Mãe e Filha

Hoje trago algumas fotografias do nosso Domingo. Como foram tiradas em 2 lugares diferentes e gosto de tantas que acho excessivo coloca-las todas num post, amanhã mostro mais, com a promessa de uma vista de fundo lindíssima.
O azul bebé sempre foi das minhas cores preferidas para roupa, talvez por desde criança a minha mãe dizer que azul era a cor que melhor me ficava por ser como os meus olhos. Sempre fui uma criança muito magrinha e sem graça, por isso, era sempre pela cor dos olhos que recebia elogios de quem me conhecia.
A Bernarda tem olhos castanhos, mas adoro na mesma vê-la vestida de azul bebé. As cores pastel são as mais bonitas nos primeiros anos e, se o rosa continua a ser a minha preferida, o azul também colora o roupeiro da bebé. E, claro, muito branco para a Primavera e, sobretudo, Verão.
Baby Look
Como já disse anteriormente, é este estilo que adoro ver na B. e outras meninas de idade próxima. Ficam tão maravilhosas! Compreendo que há quem ache excessivo, mas eu não acho nada, se há idade para se vestirem como autênticas bonequinhas é esta. Entre bordado inglês, renda, espiguilha e laço xl, este vestido é uma autêntica obra prima. Curioso como uma mistura improvável de tantos elementos diferentes pode resultar tão bem.
Quando fomos à Corunha, era a B. bebé de poucos meses, fiquei maravilhada pela forma como as crianças estavam vestidas. Meninas e meninos que pareciam saídos de catálogos de moda. Por cá também se vê cada vez mais roupas de sonho. De todos os países que já visitei, sem dúvida que Portugal e Espanha estão no topo a vestir os miúdos. Pelo menos ao nosso gosto.
O meu Look
Adoro peças únicas (vestidos/ jumpsuits) ou conjuntos. Ficamos com o outfit praticamente escolhido e depois é só combinar com uma parte de cima ou acessórios noutra cor. Dificilmente erramos! 
Uma opção mais arriscada, mas que sou fã, é optar por um look monocromático, ou seja, toda a roupa da mesma cor.
 Começam as imagens com a B. cómica a dançar.

 O Look da B.
Vestido e Touca Marita Rial
O meu Look
Fato (Casaco Motard  e Calças) Zara | Camisa, Mala e Botins Mango |


17.3.14

O nosso Look Paisley e Violeta - Trend Alert Franjas

Este fim de semana foi exatamente como gostamos. Começou da melhor forma na sexta à noite com uma festa de aniversário, no Sábado esteve um sol tão delicioso que fomos passear à beira rio e no Domingo novamente bom tempo, por isso, novo passeio.
Usámos roupas leves, com estilos muito diferentes entre um dia e outro, como já disse, gosto de roupas giras e que nos façam sentir bem, apaixono-me mais por peças do que por estilos, com exceção de looks demasiado teens não há nenhuma tendência que exclua complemente do armário (lembrei-me de repente de umas quantas).
Hoje mostro os nossos looks de Sábado. Fomos passear à beira rio, na zona histórica do Porto, cheia de turistas a fotografar os pontos-chave da cidade e nós não ficamos atrás.
 
O meu look
Adoro estampados, adoro paisley, adoro vestidos compridos e este reúne isso tudo e ainda cores que são tendência na próxima estação. Vestidos com um ar vintage (tendência boho, hippy Chic) ficam especialmente bem com coletes, sejam de pêlo sintético no Outono/ Inverno ou de tecido/ ganga na Primavera/ Verão. Como são soltos na zona da barriga caem bem na gravidez (usei bastante nos primeiros meses) e ficam para depois com um cinto a demarcar a cintura.
Gosto de peças marcantes, não sou especialmente fã de básicos, por norma as peças de roupa ou acessórios têm de ter algo de diferente na cor ou no corte para me identificar. Foi o caso desta mala que este ano é tendência, a cor e sobretudo as franjas estão em alta, mas já tenho há alguns anos. A moda é cíclica, não se esqueçam.
 
O baby look
Já recebi um comentário entre outro de que tudo o que a Bernarda tem deve ser muito caro. Algumas peças podem ser mais excessivas, confesso que ela é a minha perdição, mas também sou capaz de contrabalançar com outras mais acessíveis.
Hoje trago o exemplo de um outfit todo muito acessível, sei que não é muito simpático nem elegante falar de preços, mas vou especificar para terem uma ideia real de que também é possível gastar pouco e trazer os miúdos giros.
O vestido é muito semelhante a outro lançado pela Baby Dior e custou 7€ em promoção no ano passado. O chapéu em feltro inspirado no que faz parte do traje de equitação trouxemos da Noruega, mas também encontram cá, e foi cerca de 3€. É muito engraçado até para meninas mais crescidas, com uma túnica, calças e botas. De tantos peluches e bonecas que a B. tem, o preferido é este panda que não chegou a 3€.
 
Digam-me se acham interessante e útil posts com este género de dicas.
 
 
Boa semana!



 O Look da B.
Vestido H&M | Chapéu em Feltro H&M | Camisa Pedro & Matilde Sapatos Chicco | Panda IKEA
 
O meu Look
Maxi Dress Mango | Mala Zara | Colete | Colar Mango | Pulseiras Stradivarius |

14.3.14

Mãe e Filha em Coral



Ontem aproveitámos a data e o bom tempo para um programa a 3, com direito a almoço e passeio à beira mar.
No dia a dia cada uma segue o seu estilo, mas em datas especiais e quando tenho mais tempo para coordenar as peças, gosto de compor os nossos outfits em sintonia, não necessariamente iguais, mas com os mesmos tons. É uma forma alegre e divertida de aprofundar a cumplicidade entre as duas e uma vez que não é habitual acharem que somos parecidas, torna-se mais fácil identificar que somos mãe e filha. E nas fotos resulta muito bem. Como a B. começa a achar graça à minha roupa e acessórios, para ela é o máximo quando lhe digo para irmos escolher a roupa dela igual à da mamã. 
A cor dos nossos vestidos é das minhas preferidas para a Primavera/ Verão, o coral. Adoro cores alegres e acho que ninguém devia ter medo de as usar. Nas peças certas, fica sempre bem e dá muito bom ar, mesmo nos dias em que tivemos uma noite em claro e estamos mais down, sobretudo porque desvia o olhar das olheiras e afins.
O meu vestido pedia meias de vidro ou mesmo nenhumas se as temperaturas já fossem mais altas, mas a vontade de o usar superou essa pequena falha no resultado final. A marca é portuguesa e made in Portugal.
A acrescentar que vestidos são a minha peça de eleição - curtos, midi ou compridos, adoro-os! Em cerimónia a minha escolha tem recaído quase sempre para os compridos, mas em contexto descontraído também opto pelos mais curtos, desde que me sinta bem com eles.


*O laço da B. parece néon em algumas fotos, mas pessoalmente tem um tom mais suave, próximo do vestido.

O Look da B.
Vestido DKNY | Botas Dulces no ECI
O meu Look
Vestido Spaccio (marca portuguesa) | Cinto Mango Mala Moschino |

12.3.14

Look de Inspiração Vintage em Bordeaux

Uma das cores marcantes da estação que ainda decorre (que é como quem diz o Inverno que já queremos longe) é o bordeaux que fica lindamente tanto em outfits mini como nos nossos. É uma cor que pesa em looks monocromáticos, mas conjugado com tons claros e neutros resulta muito bem. Fica um charme nos meses frios, a contrastar com o branco e cinzento dos dias.
Descobri recentemente uma alternativa prática às t-shirts/ bodys de golas, as golas, soltas, que permitem dar um toque diferente aos vestidos ou túnicas e assim criar diversos looks com as mesmas peças base. Adorei esta de inspiração vintage e exatamente no tom que procurava para o padrão floral deste vestido.
As manhãs têm pedido casacos, ainda que finos, mas as tardes têm sido tão agradáveis que nós tratamos de corresponder com roupas leves e de cores alegres.
Ficam as fotos da brincadeira desta manhã entre a B. e a sua amiga de 4 patas .



Gola Vintage Lavanda & Baunilha | Vestido El Corte Inglés | Bolero Chicco | Touca Dulces no ECI |  



11.3.14

Sugestões DIY para o Dia do Pai

Lembro-me de como adorava preparar pequenas lembranças (que em criança eram trabalhos manuais de um valor inestimável) para o Dia do Pai ou o Dia da Mãe e entregar muito feliz à espera que adorassem.
É muito mais giro oferecer neste dia trabalhos feitos pelos filhos, ou com eles, do que tornar num dia comercial em que é obrigatório comprar algo.
Deixo algumas ideias DIY* que podem servir de inspiração para os trabalhos dos miúdos.


Esta ideia pode ser feita por crianças maiores ou mesmo bebés com a ajuda da mãe nas colagens do tronco da árvore. Depois é só pintar a mão com tinta orgânica e marcar no papel o que serão as folhagens da árvore.

Encontram, por exemplo, na H&M, em Body, T-shirt ou Meias.

Uma moldura com as letras PAI em cartolina e fotos em cada letra. Outra ideia semelhante que acho ainda mais gira é tira uma foto com as próprias letras e colocar numa moldura normal.

Esta ideia serve para crianças mais crescidas. É original oferecer vales com ofertas de um pequeno almoço preparado pelos filhos, uma lavagem ao carro, um dia a fazerem as camas, deixar o pai escolher um filme para toda a família ver... Enfim, o que se adequar melhor a cada família.

Adoro este género de trabalho, se tiverem onde pôr em prática e não causar transtorno desenhar no chão, o resultado é giríssimo. Encontram pela web muitas sugestões dentro deste género com os mais variados temas.

Dos mais simples e mais engraçados. Penso que será por aqui a nossa surpresa (Ups, já não tão surpresa assim).

Um trabalho manual giro, personalizado com o molde da mão do filho e com a mensagem que quiserem deixar no interior.

No mínimo, delicioso! Quem não for uma doceira avançada, ou não tiver muito tempo, pode comprar bolos do tipo queques ou madalenas e fazer só a cobertura, personalizando com colarinho e gravata.

9.3.14

There's no Place Like Home

Hoje trago o post de despedida desta viagem à Noruega e do nosso regresso a Portugal.
A meio da estadia recuperámos a nossa mala, com tudo intacto e, por isso, os últimos dias foram muito mais tranquilos e cómodos para nós. 
Deixo algumas imagens do último dia, tiradas durante a caminhada no parque Skien Fritidspark, onde fomos à piscina baby friendly (o delírio da B.) e ainda ver os miúdos a fazer patinagem no gelo.
Escolhi kits muito práticos e confortáveis, em viagem considero essencial, sobretudo durante as deslocações de avião.
 
 
Conjunto, Casaco e Botas Chicco | Gorro Prénatal Cachecol H&M |  Luvas Tommy Hilfigher

***
Regressando a Portugal
Por muito que adore viajar e conhecer o mundo, nunca fiz nenhuma viagem que fosse melhor do que a de regresso a Portugal. Voltar para a nossa casa, onde temos tudo ao nosso gosto e alcance é a minha definição de conforto e de reencontro. Ainda não o consegui sentir plenamente em mais nenhum lugar...

A viagem de regresso teve escala em Amesterdão, mas foi tão curta que praticamente desembarcamos do 1.º avião e seguimos para o 2.º que ficava no ponto oposto.
Em viagem. 
No aeroporto a princesinha fica dispersa com tantas distrações, sobretudo quando vê outras crianças que corre para alcançar e torna-se muito cansativo, mas durante a viagem tem-se comportado sempre lindamente. Ajuda levar atividades que os distraiam.
As passadeiras rolantes são para a loirinha como um parque de diversões. Dança, quer correr para a próxima, fica eufórica de tão contente!
Acha imensa graça a estas estátuas sempre que aqui passamos.
Chocolates! Ou, como diz a B. 'tate'.
Se na imagem anterior foi a mãe a primeira a reparar nos chocolates, aqui foi a filha que atentou no aquário e só repetia 'Peissinhos', 'Peisse, o Peisse'.
Quase, quase em Portugal!

Túnica, Leggings e Colete Calvin Klein


E já cá estamos, felizes com este sol que tem brilhado no nosso país. 
Ansiosa por mostrar o próximo post... Chega tarde, mas não ficou esquecido.

6.3.14

Uma Aventura na Noruega...

Mas que verdadeira aventura nórdica!
Não é que a nossa mala de porão ficou perdida não sabem bem onde? Um desafio... Para já, estamos limitadas à roupa que trazíamos vestida e aos bens pessoais da outra mala.
Entretanto fomos comprar alguns básicos, aqui não há muita escolha para compras e têm preços bem mais altos do que em Portugal, mas encontrámos uma H&M que por sorte ainda estava em saldos. É de lá toda a roupa que trago hoje, comprei o casaco mais quente que encontrei (não é pêlo verdadeiro, opto sempre pelo sintético e este custou 100 Nok, baratíssimo, cerca de 12 € em saldos). 
Para a B. comprei só bodys, uma túnica e um vestido. Tudo a combinar com esta golinha que tem um padrão tartan que adoro (o clássico da Burberry) e sempre compõe o look e dá graça às peças mais simples.
Um contratempo que não nos impediu em nada de divertir, fomos ao parque infantil e foi o delírio da mais nova. Já lá tínhamos estado (esta é a 2.ª viagem à Noruega, ambas pela mesma razão, ver post anterior) e em poucos meses deu para notar uma enorme evolução no comportamento da Bernarda que esteve muito mais autónoma e destemida nas diversas atividades.
E, tal como queria, está neve! Tão giro, adorámos as duas! O frio é suportável, como estão dias secos e não faz vento, não é desagradável passear pelas ruas.
Espero no próximo post já ter boas notícias sobre a nossa mala...
Neve!
A afundar na neve...

Parque de Diversões...
Ainda no parque de diversões a 'repartir' um gelado delicioso (eu e os doces! - para a bebé só raramente).

T-shirt de Gola Chica Maria | Sobretudo/Quispo Chicco | Leggings Benetton | Túnica H&M |  

5.3.14

Mala de Viagem - Versão de Inverno


No decorrer deste post, ou mesmo deste,  recebi algumas mensagens acerca do que levava na mala para a Bernarda, se não achava difícil viajar com uma bebé tão pequena, a reação dela durante a viagem... No fundo, a ideia que nós pais acabamos por ter de que nos primeiros anos de vida do bebé as viagens estão fora de questão.

Como o F. faz algumas deslocações a outros países em viagens de trabalho, sempre que é por um tempo mais prolongado, acabamos por acompanhá-lo ou nos juntar mais tarde a ele. Por isso, já tive a experiência de fazer com a B. viagens a três e a duas. Viagens sozinhas definitivamente são difíceis. Há sempre uma mala connosco a somar ao bebé que se já caminha ainda é mais difícil de controlar e estamos num local que exige cuidado ao máximo. Sendo possível voo direto, não hesitem pois escalas são a pior escolha possível.
A B. reage bem no avião (por norma não se queixa de dores de ouvidos que era a minha preocupação inicial), por isso, levo-a sempre connosco, tentando mantê-la distraída com atividades, sejam desenhos, leituras, vídeos infantis... As viagens são relativamente curtas e o tempo vai passando.
Por estes dias vamos novamente viajar e a mala já está preparada.  É para a Noruega, um país frio, com neve, por isso a escolha foi feita a pensar em manter a B. o mais confortável possível.
Deixo uma lista dos itens que levo connosco a pensar na bebé (em menos de 2 meses deixa de pertencer ao grupo dos bebés, como é possível?!).
Eu sou a rainha do exagero no que toca à minha filha, já excluí alguns dos essenciais das primeiras vezes, mas mesmo assim, podem encontram um ou outro artigo que achem dispensável.

 Para Vestir...
Roupa para vestir em várias camadas. Se o clima  exterior é frio, as casas são super aquecidas, por isso, convém levar roupa que se adapte aos dois extremos.
 1. Sobretudo Chicco | 2. Conjunto Chicco | 3. Vestido Mia Maria | 4. Vestido Agatha Ruiz de la Prada |  5. Jesusito Colibri Azul 

Para Calçar...
Para o tempo de chuva, botas impermeáveis. Como não são propriamente quentes, comprei um tamanho acima e assim posso pôr umas meias grossas ou pantufas maleáveis por dentro. Para o tempo seco botas pantufa, muito quentes e confortáveis. Não sou grande fã do estilo, mas para esta altura não há melhor!
1. Galochas Volterata | 2. Botas Chicco
 
Hora de dormir... 
Levo uma bolsa com a roupa de dormir e bodys (arrepia-me até à alma ver barriguinhas de bebé no Inverno). Como o quarto é aquecido não precisam ser muito quentes.
Gosto de deitar a B. nos lençóis dela, tudo como se estivesse em casa, por isso levo sempre um ou dois lençóis de berço para fazer a caminha, mas eu sou aquela mãe que levou lençóis para a maternidade, são indispensáveis só mesmo para mães maníacas como eu :).
Não esqueçam do livro preferido para ler antes de dormir e do peluche que os miúdos gostam de abraçar durante a noite.
1. Bolsa de Pijamas Zippy | 2. Lençóis de Berço Prénatal | 3.Lençóis de Berço Chicco | 4.  Livro de Histórias 3D | 5. Coelhinho H&M

Hora do Banho...
Para o banho, levo sempre as toalhas de bebé, escova e pente e um necessaire com os produtos que costuma usar. No caso, levei este necessaire que recebeu no Natal, mas não experimentei ainda os cremes, mantenho a gama hipoalergénica devido à pele sensível que a B. tem. Já usou Avéne (adorei, mas são caríssimos), depois Aderma, Aveeno e ultimamente varia entre estas duas marcas e gosto de ambas na pele dela. Vou esperar pelos 2 anos para experimentar gamas com mais perfume e logo verei como reage.
E não esquecer o kit de lavar os dentes, devem começar logo que aparecem os primeiros dentinhos.
 1. Toalha de Banho Zara Home | 2. Toalha de Banho Chicco | Escova e Pente Chicco | 3.  Necessaire Chicco | 4. Toalha 'Para' Lavar os Dentes Prénatal | 5. Kit de Escova e Pasta de Dentes Chicco

Ida à Piscina...
Onde vamos ficar tem uma piscina baby friendly, com imensos legos e brinquedos de água e a B. adora, por isso, uma tarde passada de fato de banho não pode faltar.
 1. Fato de Banho Zara | 2. Robe Chicco | 3. Sandálias Chicco 

Viagens de Carro...
Não deixo de levar uma manta para embrulhar a bebé, útil sobretudo quando adormece e tenho de tirá-la do carro sem que acorde a vestir o casaco, e uma capa para a cadeira de bebé que alugamos no país de destino.
1. Mini Edredão Chicco | 2. Capa de Cadeira Automóvel Zara Home

***

 Essenciais Durante a Viagem de Avião...
Na mala que nos acompanha levo sempre o material eletrónico que não pode ir no porão e tudo o que preciso durante a viagem numa bolsa pequena para retirar na hora em que guardo a mala para nos sentarmos. A saber:
Uma bolsa térmica com as refeições da bebé, seja sopa, fruta, iogurte... e água! Com colher e babete. No avião servem quase sempre refeições, mas não costumam ser adequadas para crianças pequenas.
Necessaire com os produtos de higiene. Guardo ainda os lápis, livros, etc para ter tudo à mão quando guardar a mala de viagem. Tenho o truque de guardar dentro do mudador, a fralda, as toalhitas e o creme, é muito mais prático caso seja necessário durante a viagem.
1. Bolsa térmica Prénatal | 2. Necessaire Petit Pattapon | 3. Kit de Almoço/ Jantar Prénatal |   
 4. Mudador de Viagem

No fim, coloco tudo nas malas da bebé e só depois na mala de viagem. Comprei o saco grande de arrumação da 1.ª foto para o efeito, a outra mala é a mala de maternidade que depois usamos no dia a dia.
Espero que tenha ajudado...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...