31.12.13

Na Terra dos Sonhos...

Terminando os posts sobre o Natal...
No último fim de semana de 2013 fomos à Terra dos Sonhos, em Santa Maria da Feira, Aveiro, e adorámos. A Bernarda andou encantada, especialmente com a neve, a rena e os espetáculos de teatro que viu muito concentrada. Pelo recinto ouvíamos as músicas de Natal, o que tornou ainda mais encantada a visita, em pleno espírito natalício.
Depois de uma reação inesperada à entrada, em que ficou assustada com um 'duende' do Pai Natal, correu tudo muito bem e já era noite quando viemos embora. Adorei as atuações, os atores eram excelentes e o conteúdo das peças interessante, sobretudo do ponto de vista das crianças.
Fica a dica para quem quiser aproveitar as próximas edições.
 
Vestido Foque | Camisola e Casaco Chicco | Touca Dulces no ECI | Sapatos Chicco
 
♥Acompanhe o blog Bernarda - Histórias da tua Infância no facebook aqui ♥

30.12.13

A Nossa Noite de Natal - Um look especial

Uma data tão mágica requer um outfit especial...
Desde criança que a véspera e o dia de Natal eram altura de estrear roupas bonitas e que nos faziam sentir especiais. A minha mãe sempre nos combinou muito bem, a ponto de ainda hoje nas consultas da minha filha, a médica lembrar o que vestíamos, eu e a minha irmã. Era tão bom o Natal da minha infância! Esperava o ano todo para ter aquela prenda que queria e que por isso era ainda mais especial. A família juntava-se toda e era uma festa feliz. Tenho vídeos desses Natais, era uma criança alegre e espontânea e, se ao longo do meu crescimento fui perdendo essa felicidade, a vinda da minha filha fez-me uma pessoa completa, em paz e novamente feliz. É certamente o melhor presente da minha vida...
Como apaixonada que sou por tudo o que tenha a ver com bebés, inevitavelmente perco-me com as roupas maravilhosas que existem em tamanho mini. Vou descobrindo criações cada vez mais maravilhosas, uma verdadeira perdição!
Quando vi pela primeira vez este género de vestidos, em meninas espanholas, pensei 'Mas como é que não vesti sempre assim  a minha filha?'  Fiquei derretida! E quando a bebé B. usa faz sucesso por onde passamos, as pessoas acham o máximo e ela fica muito vaidosa e contente pela atenção que recebe.
Este vestido já está no top dos mais bonitos. Adoro! Tinha pensado escolher vestidos diferentes para o dia 24 e 25, mas gostei tanto de ver a B. com ele que decidi vestir-lhe nos dois dias.
Peças em tartan (xadrez) ou veludo têm lugar de destaque nos conjuntos para o Natal e, como o deste vestido é uma versão mais discreta, permite ser usado noutras ocasiões. Nos complementos podemos ir buscar o vermelho, branco ou azul marinho do xadrez e assim compor 3 looks completamente diferentes.
As últimas fotos têm uma presença especial (que não é prenda de Natal, os animais não são prendas), o nosso mais fofinho novo elemento, integrado há poucos dias na família.
Bem-vinda e que sejas muito feliz!

Vestido, Camisa e Tapa Fraldas Pedro & Matilde |
Fita de laço Foque | Touca Ratinho Feliz | Sapatos Chicco
♥Acompanhe o blog Bernarda - Histórias da tua Infância no facebook aqui ♥

27.12.13

A Nossa Noite de Natal 2013 - Mesa Natalícia, Decoração e Presépio...

O primeiro post da nossa noite de Natal é sobre o que faltava mostrar da decoração de inspiração  e significado natalícios.
E é na mesa que a família se reúne e a noite começa a ser celebrada...
A nossa mesa de Natal assumiu as minhas cores preferidas para esta época especial - branco, vermelho e dourado (ou, em alternativa, o prateado). No Natal, é o vermelho que reina...
Partindo dos básicos em branco, como o serviço de jantar, é fácil acrescentar cores relacionadas com a data que se celebra. No meu caso, os copos, as velas, os guardanapos e o azevinho como componente natural. Tudo o que usei já tinha (exceto o azevinho, claro está) e resultou numa mesa simples e elegante, com um toque de modernidade e muito fácil de compor.
Para a mesa da última noite do ano vou optar pela trilogia branco, preto e dourado.

Na noite de 24 e dia 25 o verdadeiro significado do Natal esteve presente. Conseguimos não exagerar em presentes, foram abertos antes da 00h00 pelo cansaço da loirinha e foi uma alegria sem igual. O presente principal ficou para a manhã de Natal...
Recebeu livros (adora e nunca são demais), um brinquedo didático, brinquedos do faz de conta e dois vestidos que são uma perdição. Descobriu que adora rasgar papel enquanto se divertia a abrir os presentes, o que espero não ser trágico para os seus livros (mãe em estado de alerta).

Comprei plantas com flores vermelhas especialmente para a ocasião e resultam sempre bem em todas as casas, sem exigir grandes cuidados. 

O presépio é parte central do Natal, pelo menos para nós, e espero transmitir a mensagem à minha filha para que ela saiba sempre viver dessa forma. Não é abdicando dos bens materiais, mas tendo consciência de que existe além deles e não hesitar no bem dos outros, afastando-se da maldade que não pode converter.
No próximo post, mostro o look escolhido para a B. bebé, um dos vestidos mais lindos deste Natal e que fez um enorme sucesso.



Na mesa de centro...

Chegado o dia 25...
O Presépio...


♥Acompanhe o blog Bernarda - Histórias da tua Infância no facebook aqui ♥

16.12.13

Sunshine and Candy Colors


O mês de Dezembro tem passado a uma velocidade estonteante. Entre novos projetos no trabalho, preparativos para a época de Natal e passagem de ano, planos para as miniférias da próxima semana e uma bebé para cuidar e acarinhar, só consigo ter algum tempo de sobra com a perda de horas de sono. Não sei se acontece com todas as mães, mas desde que a Bernarda nasceu, o meu horário de sono é muito mais reduzido, não só pelos motivos óbvios, mas por não conseguir adormecer cedo por mais cansada que esteja.
As semanas têm sido rotineiras, mas o final de cada dia é adoçado por saber que quando chego a casa tenho a minha filha, contente a correr para mim quando me ouve abrir a porta.
Os fins de semana são para passar tempo de qualidade em família. Dificilmente alguma coisa se sobrepõe a descansarmos, brincarmos e passearmos nesses dois dias. Adoro sobretudo em dias de sol e este não foi exceção...
Longe vai o tempo dos passeios discretos, desde que nos fazemos acompanhar pela bebé B. é certo que onde vamos, há diálogos queridos com mães, pais, avós e crianças. As avós acham sempre graça às toucas 'como se usava antigamente'.
Já passou pela fase de com poucos meses dizer 'Olá' a todas as pessoas por quem passávamos, à fase da timidez de se esconder em mim quando alguém desconhecido lhe falava e, agora, já seleciona os momentos em que confia ou guarda alguma reserva. Com crianças é uma perdição! Adora-as e é como se conhecessem desde sempre...Uma menina tão doce quis dar-lhe um beijinho, sempre a dizer para a mãe 'Parece uma princesa'. Que bom de ouvir vindo de alguém que o é também.
O look
Adoro candy colors!
Este macaquinho, delicado, com cores suaves e apontamentos clássicos, como a renda e a espiguilha, é uma delícia! Uma opção que adorei para variar a escolha tendenciosa de vestidos.
As flores bordadas da gola vão de encontro ao padrão floral e a touca apresenta esses mesmos tons. De todas as opções que o cabelo da bebé permite usar, é sobre as toucas que recai a minha preferência.
Deixo as imagens de Domingo, as fotos indoor em casa dos avós maternos, mostram mais uma opção de detalhes de decoração natalícia.
Que esta seja uma boa semana para todos!




Camisola Chicco | Macaquinho   Little Angels | Touca Colibri Azul | Sapatos Chicco


♥Acompanhe o blog Bernarda - Histórias da tua Infância no facebook aqui ♥

9.12.13

Vamos falar de...Sapatos!


Os pés são das partes mais importantes e complexas do nosso corpo e exigem especial atenção na infância, sobretudo quando os bebés começam a dar os primeiros passos. É bom lembrar que suportam o nosso peso e até o dobro enquanto caminhamos. A escolha do calçado é, por isso, de extrema importância, mais ainda do que a roupa do bebé. 
Os sapatos devem servir para proteger o pé do bebé e auxiliá-lo na aprendizagem de caminhar, adaptando-se ao pé e não o contrário. Não devem apertar o pé (para não dificultar a circulação sanguínea) nem ser demasiado largos a ponto de dificultar a locomoção e favorecer quedas.
O primeiro par de sapatos 'a sério' deve ser comprado quando o bebé consegue ficar de pé.
Deve ter disponíveis, de preferência, dois pares, de forma a não usar o mesmo por dois dias seguidos para que estes possam 'arejar'. Se a roupa pode servir de irmão para irmão, esta prática não deve ser seguida no calçado pois os sapatos têm o molde de cada pé e os que já foram usados podem estar deformados.
Entre roupa e calçado, é preferível optar por roupa mais acessível e apostar em calçado de melhor qualidade.

 
 
Bebés de colo
O ideal é que o bebé ande 'descalço'. O pé deve ter liberdade para se desenvolver e ser estimulado pelo meio, o que aumenta a sensibilidade do bebé e melhora o seu desenvolvimento motor. Podem usar meias antiderrapantes ou sapatos de lã ou tecido para manter os pés quentes.
O uso de sapatos nesta idade serve apenas para proteger os pés do frio, manter a segurança do bebé e, claro, por gosto dos pais (quem resiste?), pelo que devem ser totalmente confortáveis, flexíveis, leves e com espaço para que possam mexer os dedos.
Nota: O melhor é optar por calçado com uma grande abertura, em velcro ou cordões, que facilite o seu calçar e permita ajustar a largura. Há muitos sapatos bonitos que não chegam a ter uso precisamente por não terem abertura suficiente para calçar o pé ainda pouco firme do bebé.
Bebés que caminham
Quando os bebés começam a caminhar, os sapatos devem favorecer o desenvolvimento do caminhar e não prejudica-lo. Como tal, devem ser anatómicos, com materiais transpiráveis e que protejam a forma natural dos pés, como se estivessem descalços.
Nesta etapa convém escolher sapatos fechados, mesmo que seja Verão, há sandálias fechadas ou com calcanhar subido, semelhante ao de um sapato. O calcanhar deve ser firme para evitar que o bebé possa torcer o pé, por isso calçado de tiras é desaconselhado nesta idade.

Compra dos primeiros sapatos



Check-in na hora de comprar
  1. Sapatos respiráveis;
  2. Sapatos leves e flexíveis. (Encontra-se calçado de bebés em lojas comuns e mesmo em lojas infantis com um modelo giríssimo, mas extremamente pesados e de sola dura)
  3. Sapatos sem costuras salientes e acolchoados por dentro.
  4. Solas antiderrapantes, macias e dobráveis, mas capazes de amortecer desníveis do terreno.
  5. A parte da frente do sapato (biqueira) deve ser alta para possibilitar o movimentos dos dedos e reforçada para eventuais embates.
  6. A  zona do calcanhar do sapato deve ser reforçada e mais alta;
  7. Tamanho certo: O sapato não deve ser demasiado grande, mas convém que tenha uma folga de um dedo entre o dedo maior e a biqueira do sapato.

Onde comprar
Deixo um resumo final da minha experiência pessoal e de outras mães com quem troco impressões, tendo por base as recomendações dos médicos que questionei sobre o assunto.

Convém escolher marcas especializadas na confeção de sapatos para bebés e crianças. A maior parte do calçado que tenho comprado é da Chicco e é considerada das melhores para sapatos nestas idades. Outras que são boas também: Geox, Pablosky, Timberland... Há ainda sapatarias que têm calçado de boa qualidade, mas estas são as mais conhecidas.
Os preços podem não ser os mais simpáticos, mas há alguns princípios para boas compras.
  • Procurar outlets das marcas (facilmente têm descontos de 50%);
  • Comprar em época de saldos (sempre calçado de meia estação, sandálias e botas são uma má aposta por não conseguirmos prever o crescimento do pé até altura de as usar);
  • Farmácias (algumas farmácias conservam modelos mais clássicos e descontinuados, da Chicco, por exemplo)

♥Acompanhe o blog Bernarda - Histórias da tua Infância no facebook aqui ♥

4.12.13

It's Christmas Time

Entrámos oficialmente em espírito natalício! 
A manhã de Domingo foi dedicada a decorar a árvore de Natal em família, tarefa que se tornou num momento especial na companhia do nosso mais novo e querido elemento.
Claro que a ajuda resultou mais em atraso do que em adianto, mas como ainda estou na fase de achar querido tudo o que ela faz, foi uma atividade muito proveitosa. Nem conto a imaginação que tem de possíveis elementos decorativos para a árvore. É tão engraçada! :) 
Quando já tinha pendurado alguns enfeites, olhava para as bolas na árvore, com um olhar brilhante e um sorriso maroto, disfarçava perante o meu olhar e voltava a cercá-las quando me via distraída. Feliz como nunca! Demorei o dobro do tempo, mas certamente nunca gostei tanto de decorar a árvore de Natal como este ano.
Para mim, vermelho é cor imprescindível no Natal e o conceito total white perfeito para a passagem de ano. Seja na decoração ou outfits de toda a família.
Em relação à decoração da árvore, excepção feita à neve em spray, tudo o que usei já tinha dos anos anteriores, mas penso que as lojas mantêm estas coleções. 
Tenho doces lembranças de enfeitar pinheiros naturais na minha infância, mas por não ser ecológico cortar árvores só para esta época, optei por uma árvore artificial. Quem puder manter em vaso durante o resto do ano, pode aproveitar...
Usei os tons vermelho e prateado, mas também gosto de dourado ou de branco. De preferência só com duas cores, ou uma terceira em alguns apontamentos que casem bem com as predominantes.
Só as últimas fotos foram tiradas depois de ter nevado na nossa árvore para não expor a bebé ao spray.






Decoração da árvore de Natal
Bolas A Loja do Gato Preto
Renas e Anjos Zara Home
Laços (fita) IKEA
Estrela IKEA
Decoração da consola
Laços Pórtico
Centro de mesa DIY
    Base espelhada (trouxe da Noruega)
   Taça invertida Zara Home
   Pinhas (vindas do Gerês no Verão)
   Vela Kasadec
Rena (veio da Noruega)
Laço Tartan Pórtico
Moldura Casa (fotos da B. no Natal passado)

♥Acompanhe o blog Bernarda - Histórias da tua Infância no facebook aqui ♥
    
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...