25.1.16

Papas Caseiras

A alimentação é dos fatores que mais influencia a saúde dos nossos filhos e é das principais preocupações dos pais, pois o que as crianças comem na infância tem impacto não só imediato como a longo prazo. Não me parece bem proibi-los de comer tudo o que lhes apeteça, não é esse o caminho. No tempo da minha infância a base da minha alimentação era saudável e o consumo de alimentos processados era excepcional, mas nunca fui proibida de comer nada e havia a tolerância de saber que "uma vez não são vezes". Acho isso importante para que as crianças desenvolvam uma boa relação com a comida.
Pessoalmente tento dar uma boa alimentação aos meus filhos, quando possível escolho alimentos não processados e preparo em casa as refeições deles. Faço o melhor que posso e sei, assim como quase todas as mães, cada uma com a informação a que tem acesso.
*Marcador, Prato e Guardanapo Zara Home, Colher A Loja do Gato Preto

Desde que o Vicente iniciou as papas, optei por fazer a versão caseira, por três razões: 
  - A primeira tem a ver com o açúcar excessivo que as papas industriais têm. Eu que adoro doces, acho-as enjoativas.
  - A segunda ficou-me no pensamento depois de ler um artigo sobre isso e refere-se ao processamento artificial e à solubilidade das papas. Dissolvem-se sem precisar de cozinhar, ao contrário de qualquer farinha de cereal.
  -  A terceira está relacionada com o uso de conservantes e outros ingredientes menos saudáveis.

Há dias em que é mais prático usar a papa instantânea e também o faço, mas no dia a dia, com tempo, a opção é pelas papas caseiras. É uma questão de hábito e não demora mais de 10 minutos. Até a B. que comia das outras se habituou bem e prefere.
Faço sempre com fruta, no lanche da tarde.


Como faço...
Coloco 150 ml de água num fervedor (daqueles que usamos para água e leite) e adiciono 3 c. de sopa do cereal escolhido (podem usar mais do que um), previamente demolhado durante pelo menos 2 horas. Mexo enquanto coze, por cerca de 10 min. e acrescento 1 maçã partida em fatias. Retiro do fogão e adiciono a restante fruta, normalmente de polpa mole e mais doce (pêra madura, manga, banana ou fruta da época). Faço o puré com a varinha mágica e sirvo ainda morno.


Dica:
Há vários cereais 100% já em farinha, é mais prático assim, embora não seja a opção mais indicada, mas sim o grão de cereal inteiro - é mais saudável, embora mais demorado (implica colocar algumas horas de molho e cozer por mais tempo). Normalmente compro o grão de cereal, demolho e trituro antes ou depois da cozedura, mediante a disponibilidade de tempo que tenho. Por vezes também uso em flocos. Há milho, arroz, aveia, centeio, trigo, etc. Vou variando e às vezes combino-os. Podem começar, por exemplo, por arroz e milho por não terem glúten.
Escolho os cereais integrais, não processados, de preferência biológicos e de cultivo nacional. É importante ter em consideração que alguns cereais e outros alimentos tidos como super saudáveis, como, por exemplo, as bagas de Goji, perdem a qualidade nutricional por serem contaminados com substâncias impróprias, no país em que são produzidas ou durante o transporte. Por esta razão, opto sempre que possível por produtos nacionais para minimizar os riscos.

32 comentários:

  1. Onde costuma encontrar esses cereaia próprios para as papas dos bebés?
    Obrigada,
    Filipa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Filipa,
      Na zona doa produtos naturais dos hipermecados, por exemplo. Há bastante escolha.

      Eliminar
  2. As papas têm de ser consumidas na hora ou posso preparar mais quantidade e guardar para o dia seguinte? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu costumo preparar no próprio dia, mas pode guardar no frigorífico para o dia seguinte. Nesse caso teria o cuidado de separar antes de dar ao bebé, preparar só com água e apenas acrescentar a fruta quando fosse consumir para não perder vitaminas.

      Eliminar
  3. Só mesmo para as mães com tempo de sobra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porquê o seu comentário? Acha que não vale a pena perder mais alguns minutos e fazer uma versão mais saudável das papas?

      Eliminar
    2. Não deve existir nenhuma mãe com tempo de sobra! 'Mãe' e 'tempo de sobra' definitivamente não combinam na mesma frase.
      É só mais um item da lista de 1000 afazeres das mães, não exige assim tanto tempo...

      Eliminar
  4. Obrigada pela dica. Já experimentei e o meu filho adorou.

    ResponderEliminar
  5. Que boa ideia! Vou aproveitar e comprar hoje desses cereais. Espero que as minhas filhas aprovem!
    Beijinhos,
    Tânia Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que tenham aprovado Tânia Martins. :) Um beijinho

      Eliminar
  6. É assustador a quantidade de açúcar que as papas industriais têm. Embora já haja opções de papas mais saudáveis, como as Holle. Sou nutricionista e às minhas pacientes recém-mamás dou sempre o conselho de preparar as papas, sopas e frutinhas em casa. \
    Bom post!
    Parabéns pelos filhos lindos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Inês pelo acréscimo de informação.
      Um beijinho

      Eliminar
  7. Eu trabalho, não tenho empregada e faço papas caseiras desde sempre... Não tenho tempo de sobra mas a saúde futura do meu filho vale muito mais do que 5 min extra no dia.
    Parabéns pelo artigo, ainsa existe muita falta de informação sobre nutrição infantil e acabamos por inconscientemente dar às nossas crianças alimentos altamente industrializados e cheios de açúcar (que assim são feitos propositadamente para "viciar").
    Para quem não tem tempo existe uma opção que são as papas holle que contém apenas 2 ingredientes e são feitas sem adição de açúcar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais! Parabéns pelo cuidado que tem com a saúde do seu filho. É fundamental que tenham bons hábitos desde pequeninos, sobretudo porque o organismo deles ainda está em formação. A alimentação influencia muito a nossa saúde e, infelizmente, tal como diz, é altamente industrializada atualmente e com ingredientes perigosos.
      Em viagens também já usámos as Holle e são muito boas.
      Um beijinho

      Eliminar
  8. Vou começar agora com as papas caseiras (arroz e milho para iniciar). Como só devo introduzir legumes daqui a duas semanas e frutas daqui a quarto semanas, há alguma forma ou alguma combinação de cereais sem glúten que possam deixar as papas mais saborosas? Com a fruta será mais fácil fazer papas mais criativas e saborosas mas sem as frutas tenho algumas dificuldades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde! No nosso caso, começamos depois dos 6 meses pela sopa básica de legumes. Siga cuidadosamente as indicações do pediatra, especialmente caso o seu bebé tenha menos de 6 meses. Foi recomendação do pediatra iniciar a Diversificação Alimentar pelas papas?
      Quanto à sua pergunta...
      O milho é naturalmente mais doce, a sêmola de milho é bastante doce. Por exemplo, a aveia não tem glúten, mas tem de dizer expressamente na embalagem pois a maioria vem 'contaminada'.
      Optaria por fazer a papa de milho e/ou arroz pois são mais fáceis de digerir e nas primeiras vezes acrescentar um pouco do leite que o bebé costuma tomar para sentir um sabor familiar. Ainda é o alimento mais importante ao seu desenvolvimento (seja leite materno ou leite adaptado). Espreite as papas biológicas Holle que vendem na farmácia e veja a combinação de cereais que fazem para bebés a partir dos 4 meses. Pode comprar os cereais iguais na secção de produtos naturais.
      Que corra tudo pelo melhor nesta nova etapa!
      Um beijinho

      Eliminar
  9. Muito boa tarde, vou introduzir a papa pela primeira vez a minha filha no sábado (começou pela sopa a semana passada na segunda semana dos quatro meses). Comprei a papa holle de arroz para comecar por indicação da pediatra por nao ter açúcar adicionado. Esta papa como nao tem gluten e nao lácte, vou faze la com o meu leite. Quanto as papas caseiras vou começar a fazer mas nao tenho experiência nenhuma nesse campo. No entanto, gostei da opção da farinha de arroz (vende se onde? E tem que ser integral?), posso fazer com o meu leite tb? Se sim quais sao as medidas? Esta muito bo o seu post e obrigada desde ja pela sua ajuda. Beijinjos. Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Raquel,
      a farinha de arroz (e também a de milho e as restantes que mencionei) vende-se na secção de produtos naturais dos hipermercados, no Celeiro e outras lojas idênticas. Também há um arroz biológico para bebés nessas secções, em grão e depois de bem cozido pode passar com a varinha mágica. Os cereais para as papas caseiras convém que sejam biológicos.
      As papas Holle são uma boa opção, além de não terem açúcar adicionado, os cereais são biológicos e o pediatra recomendou porque devem ter vitaminhas adicionadas, o que não acontece com os cereais das papas caseiras. Como cá em casa iniciamos as papas depois dos 6 meses e já tinham autorização para começarem também com as frutas, juntei sempre fruta à papa, assim com os cereais tinham vitaminas e outros nutrientes, além de que a fruta deve ser consumida com algum cereal para não haver um pico rápido de açúcar no sangue.
      O leite materno não deve ser fervido para não perder propriedades, por isso, é melhor cozer em água e só depois juntar o leite. Eu optei por dar a papa e depois dar o meu leite para complementar a refeição.
      Há bebés que comem melhor se primeiro tomarem um pouco de leite para não estarem com muita fome, com a sua experiência irá adaptar-se ao que resultar melhor com a sua bebé.
      O seu leite ainda é o alimento mais importante que lhe pode dar, os novos alimentos são só um complemento.
      Espero ter ajudado...
      Que tudo corra da melhor forma para a si e para a sua bebé.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. *Só para acrescentar...
      Não deve ser integral, a casca tem anti-nutrientes. Uma papa de cereais não é tão importante como a sopa de legumes, a menos que o bebé precise de aumentar o peso. Tem mais vantagens quando já é feita com fruta.
      E reforço a ideia de que nesta idade não é benéfico substituir demasiadas refeições de leite pois nenhum outro alimento que lhes possamos dar é tão bom. Os alimentos são um complemento ao leite e a recomendação geral é de que se mantenha em exclusivo até aos 6 meses.
      Como o pediatra aconselhou já a diversificação alimentar e indicou a papa da Holle, será melhor manter e seguir as suas indicações, sobretudo por a bebé ter menos de 6 meses e alguns cereais de compra poderem vir contaminados com glúten. Depois pode começar a variar e juntar fruta pois ficam mais saudáveis e saborosas, vou partilhar algumas receitas para depois dos 6 meses.
      Um beijinho

      Eliminar
  10. Olá!
    O meu bebé tem agora 4meses e meio e bebe fórmula desde sempre (infelizmente).
    A pediatra recomendou a iniciação dos sólidos pela sopa mas a madrinha, que é nutricionista, achou que seria melhor começar pela papa.
    Estou a tentar que ele coma as da Holle, sem muito sucesso.
    Posso fazer as papas caseiras com a farinha de arroz ou milho, metade da água e acrescentar fórmula quando já estão mais frias?
    Obrigada e obrigada pelas excelentes dicas

    ResponderEliminar
  11. Olá!
    O meu bebé iniciou as papas da Holle há uma semana, sem grande sucesso.
    Numa das vezes, fiz metade da quantidade da papa de arroz, juntei uma pêra cozida, e ele comeu tudo! Até fiquei com medo que fosse fruta a mais, para a primeira vez mas não lhe fez mal.
    Como faço as da Holle com a fórmula, posso fazer as papas caseiras com farinha de arroz ou milho, fruta, metade da quantidade da água e adicionar leite no final, quando já arrefeceram um bocadinho?
    Será prejudicial adicionar sempre fruta na papa?
    A pediatra recomendou começar com a sopa e fruta à parte mas a madrinha, que é nutricionista, aconselhou a papa por ser mais completa e ele só tem 4 meses. Devo tentar dar a fruta à parte, como faria com a sopa, ou não tem problema juntá-la à papa?
    Obrigada pelas excelentes dicas 😊

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Melinha Soares,
      desculpe a resposta tardia, mas só agora li a sua mensagem.
      Uma vez que já passaram alguns dias desde a sua mensagem, como está agora a correr?

      Se a pediatra é da sua confiança, o melhor será seguir as indicações que esta lhe transmitir, pois conhece o seu bebé, o peso e o desenvolvimento que está a ter. E sobretudo por só ter 4 meses. Sei que há pediatras que não aconselham a fruta antes dos 6 meses, mas não é consensual. Uma vez que é nutricionista, a madrinha poderá ajudá-la melhor pois tem formação especializada.

      As papas normalmente são mais calóricas e mais indicadas para aumento de peso, mas no caso das caseiras, por si só, não são muito ricas em vitaminas. Daí ser importante complementar com a adição de fruta. A papa é 'mais completa' do que a sopa + fruta no caso das industriais pois são muito calóricas e trazem vitaminas adicionadas, embora a maioria também traga muitos açúcares e cereais processados, o que não é bom.

      No caso dos meus filhos, comecei pela sopa aos 6 meses (usei batata doce que é mais nutritiva e deixa um sabor adocicado na sopa) e só depois comecei com as papas caseiras juntamente com a fruta.

      Deixo apenas algumas indicações:
      - É preferível comer a fruta com a papa pois o açúcar da fruta é de absorção rápida e os cereais permitem uma absorção mais lenta da frutose e assim manter os níveis de açúcar no sangue controlados..
      - Mesmo não sendo leite materno, o leite continua a ser o principal alimento do bebé e o mais completo. Optaria por fazer como diz, cozer o cereal, depois juntar a peça de fruta e depois de arrefecer um bocadinho, o leite.
      - Na minha experiência, a introdução da alimentação sólida foi gradual e só passado algum tempo começaram a comer uma quantidade que permitisse substituir uma refeição de leite por uma de alimentos sólidos, inicialmente eram um complemento. Não fique frustrada se o seu bebé não comer desde logo uma grande quantidade, pois é uma fase de aprendizagem, cada bebé tem o seu ritmo.
      Espero que tudo corra bem nesta nova etapa e desejo um ótimo desenvolvimento ao seu bebé! 😊
      Um beijinho

      Eliminar
  12. Olá, Neuza!
    Agora fui eu a responder tardiamente. Peço desculpa e obrigada pela sua resposta.

    Depois de 15 dias a insistir na papa, acabei por retirar e começar a dar a sopa: eureka! Ele adora sopa e fruta crua! Ficou resolvido 😊

    Agora, que já passou dos 5 meses, tentei introduzir a papa ao lanche e.....as papas da Holle não lhe agradam mesmo! Come todo agoniado, prestes a vomitar a cada colherada.
    Posto isto, fiz uma papa caseira e come tudo! De milho ou de arroz com fruta, se for caseira, até se ri a comer a papa, até dá gosto!

    Ele cada vez tem menos interesse no leite mas tem que ter paciência: embora não seja materno, com muita pena minha, ainda é o alimento principal.

    Tem alguma dica de como armazenar a papa caseira cozida com metade da água, para juntar o leite ao momento?
    Dá-me jeito fazê-la de manhã mas, se meto no frigorífico, ao juntar o leite fica cheia de grumos.
    Isto torna-se um problema quando quero estar fora de casa e chega a hora da papa.

    Obrigada mais uma vez!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Olá Melinha,
    não tem do que pedir desculpa :).

    Que bom, é uma alegria quando os nossos filhos comem bem, é mesmo um gosto ver que gostam da comida que é boa para eles.

    Armazeno em frascos de vidro. Também já usei os da Avent que são Bpa free. Se juntar pouca quantidade de leite quente de cada vez e mexer sempre com um garfo, não costuma ficar com grumos.

    Parabéns pelo seu bebé!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  14. Boa noite!
    O meu bébé tem 9 meses e desde sempre tive o maior cuidado com a sua alimentação.
    Inicialmente introduzi as papas da Holle, aos 6 meses e por ele ter começado a rejeitar assim que aos 6 meses e meio introduzi o iogurte, passei a fazer eu uma espécie de papa. Porém tenho algumas duvidas em relação á melhor forma de o fazer e gostaria que me pudesse ajudar. Como ele gosta de iogurte coloco fruta e cereais integrais, compro uma mistura integral que comporta 5 cereais. Acontece que nunca os coloquei de molho e muito menos cozi, trituro na Bimby, fica em farinha e assim adicionava ao iogurte e fruta.
    Pelo que aqui posta percebo que a melhor solução é demolhar e cozer, acha que a forma como até aqui fiz é incorrecta? e acha que depois de demolhar e cozer posso continuar a juntar iogurte, uma vez que assim é uma papa não lactea?

    Desde já muito Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia,
      se os cereais que compra são integrais e crus, é muito importante demolhar e cozer. É mesmo uma questão importante. Pense, por exemplo, no arroz, não o consumiríamos cru. Da mesma forma com os outros cereais. Devemos sempre cozer. As papas de compra são previamente cozidas, por isso é que nesse caso é só juntar ao leite/ água.
      Pode juntar o iogurte e a fruta, basta deixar a papa arrefecer. A papa pode ser cozida com antecedência e guardar no frigorífico num frasco de vidro bem fechado até 3 dias. Depois é só juntar a quantidade que precisa.
      Espero ter ajudado.
      Que tudo corra bem consigo e com o seu bebé.
      Um beijinho

      Eliminar
    2. Muito obrigada, ajudou bastante, nunca tinha conseguido tirar as duvidas nem mesmo com a pediatra e ficava sempre com receio de não estar a ser correta a alimentação.
      Tudo a correr bem também para si para os seus bebés.
      Um beijinho

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...